quinta-feira, 8 de outubro de 2015

O SIGNIFICADO DO PENTAGRAMA INVERTIDO

Olá membros da Ordem, muitos de vocês devem ter conhecimento ou já ouviram falar sobre o pentagrama, um artefato muito utilizado por satanistas em seu rituais, mas você sabe para quê serve e qual o seu objetivo principal?

Não se preocupe, pois o texto a seguir descreve de forma clara e direta o segredo por trás do pentagrama.

Quando Anton Lavey criou a igreja satânica em 30 de Abril de 1966 ele adotou o pentagrama como simbolo de sua igreja. Mas o pentagrama invertido não é um simbolo satânico criado por Anthon, na verdade é
um simbolo muito antigo, utilizado para representar Baphoimet (uma figura com cabeça de bode enigmática que pode ser encontrada em várias instâncias na história do ocultismo). O pentagrama invertido foi muito usado para fazer rituais satânicos e invocar demônios, cada uma de suas 05 pontas  possuem um significado específico.
No pentagrama invertido, tal como interpretado pelos satanistas, as três pontas para baixo representam a negação da Santíssima Trindade dos teólogos cristãos e as duas pontas superiores representam  o contraste que realmente equilibram a afirmação da igualdade e dirigem o universo e a vida tais como: criação/destruição, positivo/negativo, masculino/feminino, ação/reação, vida/morte, ativo/passivo, etc. Em suma, representa a supremacia do desejo físico claramente acima da espiritualidade. 

O pentagrama invertido pode ser assimilado ainda à figura de um bode, onde os dois pontos superiores são os chifres, as pontas laterais são as orelhas e a parte inferior a ponta da barba. 
O Ritual do Pentagrama Invertido ou RPI como é chamado pelos praticantes dos rituais, precede e encerra toda espécie de ritual praticados pelos satanistas, salvo ocasiões em que o próprio ritual não aconselhe este procedimento, ou seja, não seja necessário o uso do pentagrama. Isso ocorre porque, em primeiro lugar, esse ritual serve para revitalizar as forças psíquicas do praticante colocando-o em uma postura mental adequada e preparando-o para o ritual propriamente dito. É como se os pentagramas abrissem os portais do inferno, para onde o satanista se projeta com a intenção de fazer sua magia. Esse ritual é dividido em cinco etapas:

  1. O Estabelecimento da Árvore da vida;
  2. A Invocação/Banimento com os Príncipes Coroados do Inferno;
  3. Conjuração do Quatro Demônios Dirigêntes;
  4. Invocação a Satã;
  5. Encerramento.


Espero ter sanado algumas dúvidas, entretanto, sempre fica algum vestígio não é mesmo?
Deixe seu comentário, sugestão de temas a serem abordados ou até mesmo suas dúvidas e nós faremos um outro post para esclarecê-las o quanto antes.